Reflexos do Self – By Carla Mathis

Vale a pena ler esta matéria incrivel, da Master Consultora de Imagem e minha Mestre querida Carla Mathis, por sinal ela chega em Setembro om novos cursos maravilhoso para vocês! Não dá pra perder !

“Embora viajemos pelo mundo para encontrar o belo, devemos carregá-lo conosco ou não o teremos.” -Ralph Waldo Emerson (1803-1882).

Quando você estiver pronta para sair pela porta e verificar o espelho para o olhar no último momento, você pode dizer: “Uau, isso está bom.” Se você pode dizer isso, você é uma  das  pequenas porcentagem de Mulheres que gostam de sua reflexo. Se, no entanto, você dá um suspiro ou um gemido é importante saber o que provocou esse suspiro ou gemido. É o seu corpo? Você pode se perguntar por que você nasceu do jeito que você é, e gostaria de mudar as coisas sobre seu corpo. O que você mudaria se você tivesse uma varinha mágica? Qual é a sua lista? Seja lá o que for, há maneiras de se vestir de uma maneira para você e seus amigos, e todos que você se encontra para dizer: “Uau, ela é linda!”

A silhueta, as formas, as proporções de seu corpo são o que você faz distintiva e memorável. É fundamental para a saúde de sua alma que você comece a honrar seu corpo e falar palavras encorajadoras sobre si mesma. Ao invés de dizer que você tem coxas grossas ou culotes, você pode dizer que você tem uma curva feminina cheia em sua coxa que está pedindo saias que graciosamente deslizem sobre a coxa e continuem em forma de uma saia em A ou Calças de sino. Quando você começa a falar mensagens positivas para si mesmo você começa a ver a possibilidade de sua beleza individual e estilo.

Pode ser que você ache que seu corpo está bem, mas você ainda não gosta de seu reflexo. Confie que algo está errado com a imagem no espelho. Suas roupas podem ser muito brilhantes ou maçantes. Seus acessórios são muito chamativos, ou você precisa personalizar sua roupa. Talvez você não saiba como aplicar maquiagem, ou você precisa de um novo penteado. Pode ser que você simplesmente deseja aproveitar ao máximo sua aparência. A realidade é: você não tem que mudar seu corpo, você necessita provavelmente mudar sua roupa …. Ou sua maquiagem, ou seu penteado.

A história de Diana

Diana veio até mim sem ter a menor ideia de como vestir seu tamanho 46, e 1,80 de altura. Ela tinha uma cabeça grande para seu corpo de cintura curta, de pernas longas, que parecia ainda maior por causa de seu cabelo curto e permanentes e óculos de coruja antiquados. Ela não usava maquiagem, e sentia-se desesperada no departamento de beleza. Em suas palavras, sua boca era muito grande, seus olhos muito pequenos, seu busto muito pequeno, e seus quadris muito grandes. Não apenas isso; ela era muito alta, e suas pernas estavam curvadas! Ela era tímida e insegura de suas habilidades sociais, então se escondeu no turno da noite de um grande hospital.

 

Depois de trabalharmos juntas durante poucos meses que levaram a ela acreditar que ela tinha um belo corpo, era como se uma varinha mágica tivesse sido acenada. Ela parou de cortar o cabelo e este cresceu até a altura dos ombros, comprou óculos novos, fez uma grande excursão às compras, fez uma viagem ao alfaiate e reservou uma sessão com uma maquiadora que ensinou suas técnicas de maquiagem “naturais”. Sua auto-estima catapultou, muitos amigos e estranhos se voltavam quando ela entrava em uma sala, ela agora tinha a confiança para perseguir seu sonho oculto de se tornar um designer gráfico.

 

 

Alfaiataria Comfy

Em tempos em que a moda, e nós mulheres, nos tornamos multifuncionais, necessitamos que a produção em nosso dia a dia nos dê liberdade de movimento.  A alfaiataria Comfy  também nos acompanha nessa.

Assim como as calças pantalonas, também  estão em alta, como já falamos por aqui. Os blazers  aparecem em modelagens maiores. Nas passarelas, vemos em tamanhos oversizes.

http://stealthelook.com.br/como-usar-rose-quartz-o-tom-da-vez/:

Mas, temos que ter parcimônia nas escolhas fashions no ambiente corporativo. Para estes casos, listo algumas opções para acompanhar esta tendência de forma mais sutil.

Street style look com conjunto azul com calça cropped e scarpin metalizado.:

A modelagem vem em estilo boyfriend ,ou você pode escolher um numero maior, porém, vá devagar no tamanho oversize. Para o escritório, é melhor ter cautela no tamanho para não soar como um look casual demais. A proposta é que fique confortável sem descontruir o look.

Combine seu blazer com peças de baixo mais sequinhas, como calças retas ou saias lápis.

Black suit & white shirt for modern business woman's outfit.:

Se optar em usar junto com pantalona ou uma peça mais larguinha, e o look todo reto lhe incomodar, arremate com o cintinho para marcar a cintura, assim não perde a feminilidade da silhueta.

Agora, se deseja um “perfume” masculino e mais casual ao seu look, use com Oxford.

saias:

Os saltos são indispensáveis para quem quer deixar o look mais classudo.

Victoria Beckham launches her collection at Beijing's @Lane Crawford » http://www.fashionmagazine.com/blogs/society/2013/06/26/uma-thurman-versus-victoria-beckham/:

E estas peças não restringem-se apenas ao ambiente office.

Quer usá-los no fim de semana? Com tênis fica super cool.

Kaitlyn Hamstyle com look de vestido preto e blazer branco oversizes, tênis de couro preto e bolsa preta:

Por Andreia Marques para Lilian Riskalla Consultoria

Total White – Sempre

O look total white é atemporal, e muito bem lembrado no verão, porém pode ser usado o ano todo. Aliás, no inverno fica super cool. Nós adoramos!!
As roupas claras trazem mais frescor, por não absorver calor, como as escuras, propicio para o verão. O total white proporciona este conforto.
É uma cor que remete paz, clareza e confiança, então, porque não usar o nosso “braquinho básico” no ambiente office?
Mas, afim de não poder a elegância, tome alguns cuidados básicos:
Atenção na escolha do tecido, para não ser transparente, e transparência em horário comercial não é legal, e pode marcar algumas regiões que você não quer destacar.
Tome cuidado com a lingerie, não deve marcar de forma nenhuma.
Por fim, para que o look total white fique elegante na medida certa, verifique o caimento da peça. Este é o segredo: Caimento perfeito!
Simples, chique sem complicação.
Por Andreia Marques para Lilian Riskalla Consultoria 

Nova Colunista de Imagem e Estilo

Olá!

 

Meu nome é Andreia Marques. Sempre fui apaixonada por Imagem. A consultoria de Imagem,  através de seus conceitos, me fez enxergar que o trabalho não é somente  para o sustento, mas sim por um propósito maior. E quando você trabalha com o que realmente ama, não trata-se somente da satisfação financeira, mas, principalmente da realização pessoal.

Pensando nisso, e em quatorze anos trabalhando no ramo financeiro, percebi que me sinto realizada orientando pessoas, em saber interpretar quem você é, através de sua Imagem.

Em minha formação, tive a oportunidade de conhecer a professora e consultora  Lilian Riskalla, no curso de Imagem Profissional – Etiqueta e Guarda Roupa na Fundação Armando Alvares Penteado.

E aprimorei meus conhecimentos no curso de Especialização de Imagem Pessoal e Profissional na Escola Panamericana de Artes, onde ela é professora titular.

Neste período, nasceu uma bela amizade, onde tive o imenso prazer de receber o convite  para ser colunista no Blog do site  Lilian Riskalla Consultoria.

Estarei aqui semanalmente, trazendo dicas de estilo e moda para o mundo corporativo. Espero contribuir para que a sua Imagem, seja a sua melhor versão: Traduzir quem você é na essência!

Até a próxima semana.

Andreia Marques Consultora de Imagem Pessoal e Profissional.

De bem com o Espelho

Você está feliz com o que vê no espelho? Muitas pessoas me procuram com a intenção de fazer uma consultoria, mudar sua imagem, aparência, aprimorar o visual, mostrar externamente quem ela é por dentro , como se sente, pensa, seu comportamento, postura, estilo de vida e valores.

Todos ficam muito satisfeitos com o resultado, exceto aqueles que não se aceitam, que tem uma atitude negativa em relação à sua imagem, é quando a pessoa, se vê muito mais magra ou mais gorda, mais alta ou mais baixa, inadequada, feia, desengonçada, sem charme ou o que mais ela possa imaginar para se depreciar e acredita  que as outras pessoas a vêem desta mesma forma deturpada.

O que faz alguém estar feliz com a sua imagem, não é apenas ter traços perfeitos, nem corpo escultural, nem suas roupas, seus cabelos, maquiagem e acessórios, mas a atitude!É como você pensa e sente sobre a maneira como você se vê e como você acha que os outros o percebem.

Você tem uma atitude positiva em relação a sua imagem quando está confortável com o que vê, como se percebe, se sente aceito e sua auto estima está alta, em ordem.

A imagem de uma pessoa pode ser influenciada por suas próprias crenças, atitudes, sociedade, mídia e grupos a que pertence. Todos os dias somos bombardeados com imagens  de modelos magérrimas  ou homens com musculatura definida, todos altíssimos, lindos perfeitos. Muitas destas imagens são manipuladas por photoshop, para mostrar uma pele sem imperfeições, marcas, um corpo sem gorduras, celulite, flacidez, um sorriso branco como a neve.

Mesmo, assim, estas imagens podem fazer você se sentir inadequado, imaginando como seria sua vida se tivesse aquela aparência, maldizendo os Deuses porque não o privilegiaram. O dito “ideal” sobre a aparência e a sua importância é muito excludente, afinal, quantos se encaixam neste perfil? Quem define o que a sociedade vê como ser belo? Marilyn Monroe, a glamorosa atriz, que até hoje tem milhões de fã,  hoje em dia seria considerada baixinha e cheinha,.

Todos tem características belas e únicas, o segredo é aceitação, é enxergar a sua própria beleza e realçá-la,  se sentir especial com o que é seu, com quem você é e não tentar se encaixar em padrões de beleza inalcançáveis. Concentre-se em seus pontos fortes, nas suas características que o tornam diferente, interessante e se aprecie, como a uma obra de arte.

É importante conhecer a sua autopercepção,toda a pessoa tem pensamentos e opiniões, sobre si  mesmo  e sobre os outros, que podem se cristalizar , se deixados de lado.

Encontre o seu próprio estilo, use o que lhe cai bem, realça suas características positivas, e pontos fortes e esqueça padrões. Sinta-se bem com quem você é!

Matéria Publicada Revista High Society Magazine 19°Edição